Passeio Ciclístico da Diversidade Sexual

Esta sendo divulgado o 1º Passeio Ciclístico da Diversidade Sexual de São Paulo, que estava programado para dia 17 de setembro de 2009 e por grande quantidade de eventos da virada esportiva na cidade, conseqüentemente impossibilitando o apoio logístico da CET para o trajeto inicial sugerido, e por outros motivos como perda de patrocínios foi prorrogado para o final de novembro com data ainda a ser definida e divulgada.

Este evento esta sendo rotulado como um marco na liberdade sexual dos GLBT (Gays, Lésbicas, Bissexuais, Travestis e Transexuais).Por mais que seja o 1º evento ciclístico em São Paulo com esta finalidade, os organizadores garante que será um evento de grande expressão e que vai se tornar programa anual no calendário de São Paulo como já aconteceu com a Parada Gay que acontece todos os anos na Paulista.

O evento é uma realização do grupo SP Gay Bikers, da KFuture Sports e do Comitê Desportivo GLBT do Brasil, com apoio da Coordenadoria de Assuntos da Diversidade Sexual – Secretaria Municipal de Participação e Parceria – Prefeitura do Município de São Paulo , do Clube Glória, do Mix Brasil, da ABRAT GLS, da SP Turis e SEME – Secretaria de Esportes de São Paulo.

Para aqueles que não têm bicicleta será oferecido no local da saída do evento que será no largo do Arouche, bicicletas para aluguel no valor de R$ 10,00 a hora.

O evento precisa se sua presença, demonstre que o preconceito é algo do passado! Assuma sua posição perante a sociedade. Não engane seu subconsciente, haverá algo além do esporte e lazer nesta neste passeio “À liberdade”



Site oficial para inscrições: http://ciclismodiversidade.wordpress.com/

Fontes: http://ciclismodiversidade.wordpress.com / http://www.blog.revistaarcoiris.com.br/2009/09/esporte-lgbt-passeio-ciclistico-da.html/ / http://portal.prefeitura.sp.gov.br/noticias/sec/esportes/2009/09/0028


Postado por Maicon Luciano em 06/11/2009
6 Responses
  1. Pedro Says:

    É mais uma iniciativa para mostrar que existimos e tambem temos direitos igual a qualquer cidadão, não é porque somos dessa classe que podemos ser discriminados e tal.
    Tenho certeza q td mundo que pegar sua bicleta nesse dia vai se sentir melhor ou seja a alma lavada.


  2. Anônimo Says:

    Otima ideia, é o que sempre falo, São Paulo não tem comparação. Essa ideia de ciclismo na cidade é expetacular. Tem um movimento em São Paulo, de pessoas ciclistas ou não e que principalmente gosta de São Paulo e que admira o Centro de SP, que se reunem a noite para andar de bike no centro de São Paulo. Creio que essa ideia tinha que ser mais apoiada e divulgada.
    A proposito, o Blog ta de parabens. Nos levam a pensar como essa cidade é tudo de bom.


  3. O blog esta de parabens!!!

    Essa ideia do ciclismos e tal o lazer e tudo mais é bom mas no sentido de expor a classe Gls não traz muito sentido na minha visao. Esse publico ja tem o dia deles eventos pra eles é so algo a mais para chamar a atenção da população para eles.

    Não quer dizer que as pessoas discriminam os Gls é que esse publico ainda é meio restrito em nossa sociedade.


  4. Marcos Vinicios Says:

    O blog é interessante!

    Mas éssa postagem hein!!! huhuhu...

    Quem disse que a liberdage tem a ver com este movimento? A liberdade vai muito alêm disso. Esta visão não deixa de ter um fundo de preconceito, ah este movimento é uma pouca vergonha e como disce a Jéssica e a própria postagem, já temos comemorações para este público.


  5. Adriana Albuquerque - estudante de ADM/ Fesp

    Infelizmente temos uma cidade voltada aos automóveis. Incrível isso. O nosso trânsito é caótico, a qualidade do ar é péssima. Perdemos muito: qualidade de vida. Ganhamos muito também: doenças respiratórias, estresse e muito mais.

    Precisamos inserir cada vez mais a Bike em nossa sociedade, e podemos fazer isso de várias formas: pedalando com segurança, de forma correta, respeitando as leis de trânsito e todos que envolvem o trânsito. Isso com certeza será o caminho para um futuro melhor. O transporte com a Bike, também podemos mostrar a população que a Bike esta aí e tem seu espaço. mas sei que a realidade dos dias de hoje é que além de todas dificuldades que nós ciclistas enfrentam, temos um problema sério: buracos, valetas e uma série de obstáculos que requerem muito mais que atenção redobrada e equipamentos de segurança, mas sim muita sorte. Galera, vamos cobrar nosso 'Governo" espaço para todos!

    acredito eu,temos grave problema nesta tarefa, e assim cada vez mais mostrar que a Bike a cada dia é mais usada como meio de transporte na Cidade de São Paulo.

    Sampa estamos torcendo pela sua breve recuperação.

    Paraben pelo texto


  6. Caros, agradeço imensamente a postagem.

    Gostaria de obter o contato para envio do release com a nova data do evento. Tivemos problemas com a logística da CET, devido ao grande número de eventos na Virada Esportiva e porque já havia um Passeio Ciclístico no calendário.

    Graças a iniciativas como essa, do Blog Me Leva São Paulo, aumentamos nossas perspectivas quanto a pluraridade e diferenças que existem, que devemos respeitar e conviver.

    O Passeio não tem o objetivo de ser exclusivamente LGBT, e sim inclusivo, de visibilidade e sobretudo de respeito ao ser humano, buscando inserir a bike cada vez mais no cenário das grandes metrópoles brasileiras, a fim de oferecermos um mundo viável as novas gerações.

    Grato

    Karl Pinheyro - KFuture Sports - Organização